O Sexo e a Publicidade

Wow!!! Uuuuuhuhuh!! … Simmmm!! … Grrrr!!! … Hum! Hum! …Oof! … Rawww!!! … Sigh! … Ai-ai-ai! Oh-oh-oh!… Smash! … Paft! Plaft!!! …

Gemidos … Suspiros … Tremores …. Gritos…

Mulheres e homens encarnam personagens, numa narrativa dinâmica, quase saída de uma sequência de imagens cinematográficas.
Um turbulento chamamento… Um apelo mais intenso intersecta o nosso olhar. Petrificamos. Larga-se tudo… Aqui vamos nós… De cabeça!

__________________________________________________________________________

Extasiante Sex Appeal.

Esbeltos corpos nus, sublimes símbolos arrebatadores de uma sensualidade; embaraçosas provocações e insinuações sexuais colocam o consumidor à prova.
Direta ou indiretamente o sexo está lá, bem presente, e, comporta em si, o real objectivo de “falar”. Ser a voz de um produto cujo, sex appeal, detém o princípio, consciente, de exclamar pelos comportamentos e necessidades sexuais, ou, “timidamente”, evocar os nossos mais profundos instintos humanos.

Tão presente em anúncios de marcas de cerveja, é, cada vez mais recorrente, a vinculação a outros cenários, como perfumes, produtos alimentares, de higiene, e até, em marcas de carros.
Não adquirimos produtos e idolatramos Marcas pela sua simples existência, mas por toda a sua envolvente génese e “máquina conceptual” – dada, muitas vezes, a conhecer pela persuasiva Publicidade.

Um Episódio Erótico. Duas Percepções.

You’ re not you when you’re hungry… It’ll blow your mind away… Sim senhora. Porque a palavra final é sempre dele… O efeito AXE… It doesn´t matter what you see. What´s important is what it is. What´s important is beer… 8 airbags.

Uma íntima ficção é criada no imaginário. Absortos de tamanha ousadia e motivação, descartamos o produto exposto e, contemplamos uma panóplia de aspectos / atributos do “sobreposto objecto-Musa e objecto-Deus Grego”, retratados numa idílica representação pictórica.
O cenário torna-se muito pequeno para breves, pesados e sinuosos acontecimentos… O produto e a Marca desvanecem a cada olhar. Somos tomados de assalto por um assumido ambiente simbólico.

Perante tal situação, visões divergem entre mulheres e homens, no que respeita ao tipo de sexualidade explícita e aos respectivos resultados provenientes ou esperados: os seus benefícios.
Desde tenros tempos que a mulher assume o papel de protagonista no universo erótico, sensual e sexual da Publicidade.
Todavia, esse paradigma tem vindo a mudar, por consequência do tipo de mensagem a passar e do target a alcançar.
Enquanto, as mulheres, se identificam com o apelo sexual centrado em intimidades românticas e relacionais; na sua imagem, incrivelmente, poderosa, dominadora e conquistadora, os homens, são mais frios e “primitivos” – o cliché do pensamento masculino – “tudo é válido, quando, bem servido ao olhar”.

Quem “consome” a publicidade e os camuflados benefícios do produto, servidos, com uma pitada de sex appeal?

Sexo, Sexo … Benefícios à parte.

Se temos alguma relação, os dois? Nenhuma! É tudo superficial e ocasional…

Temos estreita relação com dois tipos de apelos sexuais: os que assumem, conscientemente, o cariz erótico na identificação, finalidade e promoção do produto e, os que fazem uso, desenfreado, desse mesmo cariz em nome dos benefícios, na persuasão, dos nossos sentidos.
Não existe uma fórmula mágica para esta relação. Sabe-se que, o sexo, assume apenas o compromisso de vender o produto. Os benefícios do mesmo são os alicerces de compra.

A Mercedes e os seus famosos 8 airbags. É evidente a referência a um benefício – garantia de segurança, por meio, de um equipamento, cada vez mais, sofisticado.
Não obstante, seria assim tão perceptível, este beneficio sem o implícito apelo sexual? A quem se destina, normalmente, este tipo de anúncios?
A Mercedes é uma Marca que se denomina com classe e faz uso, calculado, do sex appeal.

A Marca Vanish, 100%, dedicada às mulheres com conhecimento prévio e absoluto da eficácia de certos produtos de limpeza. A representação masculina foi uma forma de as mesmas não se sentirem tão descriminadas e poderem arejar um pouco a vista! – distinguível e impactante. Benefícios dos produtos já conhecidos, apenas, realçados de forma diferenciadora.

Sob o cheiro de um Dolce Gabbana, desenrola-se uma cena escaldante. “Exala-se” um comportamento sexual – referencia-se um benefício tão próprio dos perfumes: o efeito da atracção mútua e uma explosiva transformação de sensações e emoções.

A categoria de produtos alimentares como as Marcas Snickers, a Burger King, intensamente, as Marcas de cerveja e o tão famoso produto Axe, são exemplos claros, do apelo sexual; da exuberante ilusão, gerada nos consumidores, face aos benefícios que um produto ou Marca proporciona no seu consumo, ou, na conferência de um certo status: a atracção e conquista pelo cheiro; a melhoria das nossas capacidades físicas e intelectuais pós-consumo; a ostentação e amplificação da virilidade masculina – o seu encanto visual pelas formas mais sinuosas e redondas, peles morenas e louros cabelos…

“(…) Amor é latifúndio. Sexo é Invasão (…)” Aqui… Sexo é pretexto!

Visualmente consumismos. Sentimos especial atração por imagens. Tornamo-nos “fáceis”…

Marcas e produtos auxiliam-se da poderosa “muleta-sexo” para prevalecerem no mercado e “importunarem” o consumidor. Peças publicitárias, de todos os tons e feitios, conduzem-nos a um propósito: ao despertar adormecido de desejos carnais, manifestamente, manipulados e transformados em tórridas fantasias.

E o produto? Rotulado ou não, em muitas situações, torna-se acessório.

A “obscena viabilidade” do estereotipado sex appeal tem vindo a ganhar exageradas proporções, tanto ao nível, da representação dos géneros, como, na clarificação da natureza e finalidade de um produto / Marca e, consequentemente, na capacidade de os tornar famosos, virais, largamente “consumidos”, e recordados.

Explora-se uma criatividade deveras esmiuçada. Tentadores são outros caminhos …

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s